Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Aspectos da fratura sócio-espacial na cidade de Porto Alegre

Álvaro Luiz Heidrich

Resum


Argumenta-se sobre três aspectos interligados, que modificam o espaço social em escala local: a globalização, como uma dimensão da integração sócio-econômica; a construção e perda de vínculos entre a sociedade e o território; e a criação de objetos técnicos específicos que viabilizam a articulação local-global. Nesse contexto, o impacto sobre o espaço social além de se caracterizar por adensamento técnico e intensificação de fluxos, também interfere no cotidiano e nas práticas sócio-espaciais. Na escala local se amplia a perda de coesão comunitária e a modificação do cotidiano, pelos novos padrões de consumo, habitação e lazer. Resulta desta dinâmica a reprodução de um espaço, e provavelmente, um sujeito fraturado: um, se integra à rede global e, outro, vive do espaço local, onde a reprodução social depende diretamente do espaço imediato, próximo e vizinho. Esta pesquisa busca caracterizar o espaço social nesta fratura, analisando situações de vizinhança absoluta e segregação sociocultural.

Text complet: Text complet