Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Redes sociais em territórios assistidos

Luciano Antonio Furini, Eda Maria Góes

Resum


A territorialização das ações da assistência social por meio da formação de redes sociais de proteção integral à criança e ao adolescente no município de Presidente Prudente (SP) (localizado no Sudeste do Brasil) é algo característico. Identificamos que a produção do espaço urbano, em relação à assistência social, ocorre por meio de redes sociais temáticas com tendência à hierarquia ou autonomia. De acordo com estas tendências se consolidam políticas públicas de enfrentamento da pobreza ou da exclusão social. Contudo, a postura política dos técnicos da assistência social se mostrou fator de relevância para efetivação destas políticas públicas, diminuindo ou aumentando a abrangência e eficiência das mesmas. A baixa ocorrência de âmbitos de participação popular aponta para os limites existentes, que impedem uma eficiente cobertura social para populações empobrecidas. As redes sociais temáticas pesquisadas não alcançaram um patamar de autonomia que possibilite novas formas de enfrentamento das questões sociais no município.

Text complet: HTML