Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Os mercados públicos: metamorfoses de um espaço na história urbana

Silvana Maria Pintaudi

Resum


As formas espaciais (estrutura e função incluídas) têm uma duração no tempo e o seu movimento requer permanente reinterpretação. A geografia histórica como método aplicado ao estudo do tema dos mercados públicos nos remete à análise dessa forma espacial e sua gênese, não sem considerar a definição que a cada momento a sociedade lhe atribuiu. Os mercados públicos se constituem em uma das primeiras formas que marcam a separação homem/natureza, ou seja, do momento em que o homem deixa de produzir sua própria existência, anunciando outros ritmos para o tempo/espaço social, através da troca de produtos.
Para justificar a importância desse método para a geografia, tomaremos como exemplo os mercados públicos em diferentes metrópoles: Barcelona, Paris e São Paulo. As metamorfoses constatadas em cada um dos mercados públicos existentes nessas metrópoles revelam a adaptação às diferentes racionalidades da produção social do espaço urbano.

Text complet: HTML