Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Formação militar e produção do conhecimento geográfico no brasil do século XIX

Claudia Alves

Resum


No século XIX, a profissionalização dos exércitos ocidentais influiu na consolidação do ensino militar e de uma série de atividades da prática profissional dos oficiais militares. O avanço tecnológico decorrente da industrialização acelerou transformações importantes na atividade bélica que atingiram a organização e o papel das diferentes armas, assim como as necessidades de formação de sua oficialidade. Nos países independentes da América, os exércitos sofreram os efeitos desse processo, envolvidos pelas mudanças nos equipamentos, nas táticas e no domínio de conhecimentos de novo tipo. O exército brasileiro, apesar das dificuldades vividas em seu processo de institucionalização, relacionadas ao Estado escravista, também buscou a modernização. Os oficiais que assumiram sua direção participaram ativamente da elaboração de conhecimentos necessários ao domínio do território, bem como à sua qualificação. Na pesquisa que realizamos – tendo como principal corpus documental os Relatórios dos Ministros da Guerra do Império – enfocamos o exército como campo intelectual. No presente trabalho, apresentaremos a produção de conhecimento geográfico existente no interior da corporação analisado na sua relação com a formação militar destinada à oficialidade.

Text complet: HTML