Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Cartografia antiga da cidade de Macau, c. 1600-1700: confronto entre modelos de representação europeus e chineses

Francisco Roque de Oliveira

Resum


Os mapas, plantas e vistas panorâmicas de Macau inventariados e descritos nesta comunicação constituem quase os únicos testemunhos visuais contemporâneos dos primeiros cerca de 150 anos de existência desta antiga colónia portuguesa na Ásia que chegaram aos dias de hoje. Destacámos aqueles espécimes cartográficos que conheceram uma maior difusão internacional na época, tanto na forma de plantas e mapas manuscritos como na de impressos. Assinalámos também o modo como certas formas particulares de representação da cartografia chinesa influenciaram o desenho de alguns mapas divulgados pelos europeus. Notámos ainda o modo como alguns mapas de Macau de origem europeia foram transformados por desenhadores e artífices chineses ou macaenses de acordo com o gosto oriental ou o simbolismo próprio da cartografia chinesa tradicional. Uma vez concretizados estes vários aspectos da nossa pesquisa, passámos a dispor de novos elementos que nos permitem perceber as potencialidades, mas também as limitações, que este corpus cartográfico possui enquanto instrumento auxiliar para a realização de exercícios de geografia histórica como aquele que ambiciona reconstituir as características e a evolução da primitiva malha urbana de Macau.

Text complet: Text complet