Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Longe dos olhos, longe do coração”: invisibilização e homofilia nas redes associativas

Rui Zanata Junior, Marcelo Kunrath Silva
DOI: 257198

Resumen


Investigações realizadas com duas associações de moradores de Porto Alegre evidenciaram que as distâncias estruturais e relacionais entre os indivíduos se reproduzem na conformação das redes associativas. Desse modo, o objetivo deste artigo é identificar e analisar mecanismos que permitem explicar a associação entre as distâncias estrutural e relacional – ou seja, a homofilia – observada no associativismo urbano. Frente à impossibilidade de abordar adequadamente os diversos mecanismos causais da homofilia, optou-se por focalizar um que, hipoteticamente, parece desempenhar papel central num contexto de profunda desigualdade como o brasileiro: o mecanismo de invisibilização. Assim, são investigadas as relações e os deslocamentos de indivíduos como um recurso metodológico para analisar os padrões homofílicos observados na atuação das organizações às quais eles pertencem. A análise realizada possibilita sustentar empiricamente a presença e importância do mecanismo invisibilização. De um lado, a invisibilização se expressa na tendência de que indivíduos em posições subalternizadas estejam ausentes dos espaços e relações que estruturam o cotidiano dos indivíduos pesquisados. Tal ausência diminui (e, no limite, impede) a possibilidade de que relações significativas e duradouras se estabeleçam entre desiguais. Por outro, mesmo quando aquela tendência é rompida e os entrevistados interagem com indivíduos e organizações em posições inferiorizadas, observa-se que tal interação tende a não produzir vínculos relevantes.

Texto completo: PDF (Català)