Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Periferias metropolitanas em nova escala: um novo ciclo da urbanização em São Paulo

Marta Dora Grostein

Resum


Este artigo aborda as questões atuais colocadas pelas novas formas e escalas das dinâmicas
urbanas que impactam o território metropolitano e macrometropolitano e, sobretudo, as suas
periferias e os espaços periurbanos. Apoia-se na identificação do quadro urbano físicoterritorial
da urbanização extensiva e nos padrões que a configuram. Dois aspectos amparam a
análise pretendida: a persistência do padrão periférico de expansão urbana que esteve
presente a partir da constituição das periferias metropolitanas, que desde o seu surgimento foi
popular, ilegal, e precário. E, em um segundo nível, observa-se que o setor imobiliário variou
sua forma de atuação nos espaços periféricos. Hoje, o seu visível avanço cria conteúdos novos
de legalidade e qualificação, propiciados por investimentos públicos em sistemas rodoviários,
viários metropolitanos e de transporte público de média e alta capacidade. Como resultante
desses processos diversos, as distintas dinâmicas urbanas presentes nas periferias
metropolitanas estão vivendo um processo de tensão. A urbanização contemporânea conjuga
hoje, por conseguinte, periferias nas quais diversas dinâmicas urbanas – algumas
complementares e outras competitivas – geram disputas novas em torno da ocupação do solo
de conteúdo social, econômico e espacial.

Text complet: Text complet