Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

Nós de mobilidade na metrópole de São Paulo: uma visão de intervenção sistêmica a partir dos Planos Integrados de Transportes Urbanos de 2020 e 2025

Marlon Rubio Longo

Resum


O artigo aborda a noção de intervenção urbana sistêmica na metrópole de São Paulo a partir da
ativação de forças locais e metropolitanas representadas pelos nós de mobilidade – áreas de
interseção das redes de infraestrutura de transporte público. O papel desempenhado pelas redes
tem se destacado em pesquisas recentes que apontam possibilidades de proposição e suscitam
debates fundamentais na metrópole de São Paulo, como a acessibilidade urbana, o padrão periférico
de crescimento e a precariedade na distribuição da infraestrutura no território. Para tanto,
identificamos questões nos Planos Integrados de Transportes Urbanos de 2020 e 2025, como as
alternativas de abrangência das redes de infraestrutura de alta capacidade, a noção de adensamento
seletivo e o tema da intermodalidade. Procuramos estabelecer vínculos entre esses temas visando
tensionar certas conclusões a partir de uma etapa propositiva: buscamos entender os nós de
mobilidade como âncoras de desenvolvimento urbano local e articuladores entre a expansão do
sistema de mobilidade estrutural e as áreas potenciais para indução de novas centralidades.

Text complet: Text complet