Revistes Catalanes amb Accés Obert (RACO)

A interpretação alegórica de mitos: das origens a Platão

Loraine Oliveira

Resum


Este artigo objetiva apresentar alguns dos principais aspectos da alegoria, entendida como prática hermenêutica, dos seus primórdios, até Platão. A alegoria considera que o texto a ser comentado possui um conteúdo de verdade. Ao mesmo tempo em que surgem as primeiras alegorias de Homero e Hesíodo, também aparecem críticas acerbas aos poemas, que se articulam principalmente em dois polos: a desmitologização do cosmos e a imoralidade dos deuses. Platão recebe dois séculos de disputas em torno aos poemas, e se posiciona claramente contra a prática alegórica, sem, contudo, abandonar o mito. Ocorre que ele desloca o conteúdo de verdade do texto: não é mais na poesia que se deve buscar a verdade, mas sim no discurso filosófico.

Text complet: PDF (Português (Brasil))